"Sou paciente da Dra. Elisângela há mais de quatro anos e recomendo seus serviços, haja visto os excelentes resultados obtidos no meu tratamento dentário. É uma profissional caprichosa e dedicada.

Oscar Silveira da Rosa Filho

Odontologia esportiva

É a área da odontologia responsável pelo atendimento de praticantes de atividades físicas regulares e de atletas de alto rendimento, considerando as suas particularidades fisiológicas, a modalidade e as regras do esporte que pratica.

Para as pessoas que buscam o melhor desempenho físico, seu corpo não pode ser visto de maneira convencional pela área da saúde. Existem diversas especificações e restrições que precisam ser observadas no tratamento odontológico, as quais o profissional da Odontologia do Esporte está apto para identificar, proporcionando ao esportista melhoria de sua performance através da prevenção, tratamento e controle de lesões decorrentes das atividades físicas.

O cirurgião-dentista, que atua nesta especialidade, aprofunda os conhecimentos da odontologia para o esporte, identificando problemas no atleta, os quais muitas vezes não conseguem ser detectados por outros profissionais, impedindo o pleno desenvolvimento de sua performance. Os principais aspectos odontológicos analisados são: saúde gengival, presença de cáries, contato dos dentes durante a mastigação, existência de forças mastigatórias excessivas, rendimento da respiração, fraturas dos dentes ou dos ossos da face, intercorrências na articulação da face (ATM) e, principalmente, orientações preventivas. Especial atenção merecem as colisões que ocorrem durante as atividades físicas dos atletas, as quais, muitas vezes, podem passar despercebidas. Entretanto, os prejuízos podem resultar na perda de dentes ou até mesmo em intervenções cirúrgicas, por colisões que provocaram danos nos ossos da face.

Quando o assunto é prevenção no esporte, os protetores bucais são imprescindíveis. Sua principal função é a de absorver e dissipar impactos. Sendo assim, o equipamento vai muito além da proteção dos dentes, pois evita as fraturas de mandíbula (osso móvel da face), lesões das articulações da face (ATM), proporciona indiretamente a proteção da coluna cervical e promove o melhor rendimento do praticante de esporte. Utilizando um protetor bucal adequado, a pessoa consegue concentrar-se mais no exercício praticado, melhorando sua atuação.

A seleção do protetor bucal é determinada de acordo com o impacto gerado pelo esporte praticado. Por isso, o uso correto de um protetor bucal personalizado ajuda e evita diversos males que não combinam com os benefícios proporcionados pelas atividades físicas.
A área de atuação vai além da odontologia, pois este profissional precisa ter conhecimentos específicos sobre outras áreas que afetam a saúde bucal e o rendimento do atleta. Como exemplos práticos desta interação, podemos citar a relação medicamentosa e nutricional.


Divisória